Vídeos mostram tiroteio que acabou com morte de policiais do Bope e fuga de chefes do tráfico na Maré

  • 10/07/2024
(Foto: Reprodução)
Prestes a completar um mês da operação que deixou cinco mortos, um relatório da Delegacia de Homicídios mostra que chefes do tráfico realmente estavam no galpão que polícia checava. Imagens mostram tiroteio que acabou com morte de policiais do Bope e fuga de chefes do tráfico na Maré A operação policial que deixou dois policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) mortos no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, completa um mês nesta quinta-feira (11). Vídeos, obtidos com exclusividade pelo RJ2, mostram como se deu o tiroteio e a fuga dos chefes do tráfico. O relógio marcava 9h27 quando duas pessoas caminham pela calçada normalmente. Dezesseis segundos depois tiros disparados por bandidos voam na direção de pedestres e explodem no muro de um quartel do Exército. Policiais estavam em um galpão checando a informação de que chefes do tráfico se escondiam na Rua Guilherme Maxuell, no Morro do Timbau. De acordo com o relatório da Delegacia de Homicídios (DH), o terreno não tinha câmeras, mas investigadores conseguiram imagens do lado de fora, na mesma rua. As imagens mostram os policiais recuando com o tiroteio. Nesse momento, dois agentes já estavam baleados dentro do galpão. O relatório diz ainda que foram 16 minutos até o socorro. LEIA TAMBÉM: Pai, flamenguista e militar há mais de uma década: quem era o policial do Bope morto em operação na Maré Segundo o relatório, enquanto os agentes tentavam socorrer os colegas, bandidos fortemente armados invadiram pelo menos três empresas para fugir. Imagens mostram tiroteio que acabou com morte de policiais do Bope e fuga de chefes do tráfico na Maré Reprodução/TV Globo Dois deles entraram em uma oficina pelo telhado, segundo a polícia. Câmeras os registraram no mezanino. Segundo a polícia, Alexandre Ramos Nascimento, conhecido como Pescador, aparece falando com um funcionário. O bandido exige a chave de um carro e foge com um homem identificado como Trator. De acordo com a polícia, Pescador responde a 83 crimes, entre tráfico e homicídios. Imagens mostram tiroteio que acabou com morte de policiais do Bope e fuga de chefes do tráfico na Maré Reprodução/TV Globo Outros quatro fugiram pelos fundos do galpão: o primeiro a pular o muro é Michel de Souza Malveira, o Mangolê, seguido de Edmilson Marques de Oliveira, o Cria. Logo atrás, para a polícia, vem o chefe da comunidade, Thiago da Silva Folly, conhecido como Th. Por último, Silas dos Santos Marciano, chamado de Carrapato da Maré, segundo o documento.

FONTE: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2024/07/10/imagens-tiroteio-morte-de-policiais-do-bope-na-mare.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes